Ibaneis promete defesa jurídica gratuita aos policiais por meio da Procuradoria-Geral do DF

0
302
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Em clima de ostentação e com mais de 600 militares presentes, além de dezenas de carros, caminhões e helicópteros das forças policiais na Praça do Buriti, o governador Ibaneis Rocha (MDB) anunciou, ontem, mais uma ramificação do programa SOS DF, o SOS Segurança.
O anúncio, em que predominou um tom austero e em agrado aos integrantes da segurança e à população, incluiu um pacote de medidas emergenciais para o setor por meio de um investimento de cerca de R$ 300 milhões, da convocação de aprovados em concursos e da construção de três delegacias (veja Ações).
Entre as ações anunciadas, duas devem provocar polêmica. A primeira delas é a garantia de defesa jurídica gratuita a todos os integrantes das forças de segurança por meio da Procuradoria-Geral do Distrito Federal. A segunda iniciativa envolve a implementação de quatro escolas militares — em Ceilândia, Sobradinho, no Recanto das Emas e na Estrutural.
O governador assegurou que o órgão ficará à disposição daqueles que precisarem de representação na Justiça.

“Todas as ações que tiverem participação das forças terão a defesa do Estado. Não vamos mais perseguir os nossos policiais quando estiverem no combate à criminalidade. Vocês trabalharão com a certeza da segurança jurídica e não precisarão mais contratar advogados para a defesa das suas ações”, ressaltou o chefe do Buriti.

Com informações do Jornal Correio Braziliense