Após ataque a Mourão, Bolsonaro defende Carlos: “Sangue do meu sangue”

Por meio do porta-voz, Otávio Rêgo Barros, o presidente afirmou ainda que quer colocar um ponto final nas brigas com o vice-presidente

0
74
Foto: Daniel Ferreira/Metrópoles

A respeito dos ataques de Carlos Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL), direcionados ao vice-presidente da República, Hamilton Mourão o chefe do Executivo afirmou, por meio de seu porta-voz, Otávio Rêgo Barros, que deseja “colocar um ponto final” nos desentendimentos. O presidente enfatizou que seu filho sempre estará do seu lado em todas as discussões. “É sangue do meu sangue”, comentou o presidente.

“O filho [Carlos Bolsonaro] foi um dos grandes responsáveis pela vitória nas ruas contra tudo e contra todos”, disse o porta-voz. Segundo Rêgo Barros, Mourão é subcomandante do governo que topou o desafio das eleições e sempre terá o apreço do presidente. “Quaisquer outras influências externas ao governo que venham a contribuir para as mudanças propostas, serão sempre bem-vindas”, finalizou.

Sobre o vídeo gravado pelo guru do bolsonarismo, Olavo de Carvalho, Barros disse que o astrólogo deve se responsabilizar pelas suas falas. “O senhor presidente evidencia que declarações individuais são de exclusiva responsabilidade daquele que as emite”, completou.

Informações do Portal Metrópoles