Carnaval no Monumental tem 10 esfaqueados, incluindo um policial militar

Ocorrências incluem ferimentos por instrumentos perfurocortantes e armas brancas. Há ainda 18 atendimentos por agressão, incluindo o de um segundo PM

0
84
(foto: Arthur Menescal/Esp.CB/D.A Press )

Dez pessoas, incluindo um policial militar, foram feridas com faca ou objetos perfuro-cortantes na noite deste domingo (3/3), na área próxima à concentração dos blocos de carnaval Raparigueiros e Baratona. 

Outras 18 pessoas, vítimas de agressão, incluindo um segundo PM, também receberam atendimento médico. Os dados foram divulgados às 21h pelo Corpo de Bombeiros.

No caso mais grave, um homem foi socorrido e levado ao hospital às pressas após ser ferido por arma branca na altura do tórax. A reportagem do Correio presenciou vários momentos de brigas e confusão, um deles registrado pelo jornalista Minervino Júnior (abaixo).


Briga no Bloco Raparigueiros: até as 21h, bombeiros haviam atendido 18 vítimas de agressão
(foto: Minervino Júnior/CB/D.A Press)

PMs feridos De acordo com informações da Polícia Militar do Distrito Federal, o PM ferido com uma facada foi atingido na perna. Segundo a corporação, uma confusão começou quando um homem furtou o celular de uma mulher. Um dos parentes da vítima teria corrido atrás do autor do crime e, em seguida, o derrubado no chão. 

Militares que patrulhavam a área acreditaram se tratar de uma briga e jogaram gás de pimenta para tentar dispersar a dupla. Nesse momento, uma faca que estava de posse do suspeito de furto acertou um dos PMs na perna. Ele recebeu atendimento médico e precisou levar pontos.

Outro policial ficou machucado durante uma briga. Ao tentar apartar a confusão, ele ficou ferido ao levar socos, também sendo atendidos pelos bombeiros. Das 18h às 21h, a corporação atendeu 28 pessoas.

Informações do Jornal Correio Braziliense