Daniel Donizet assume administração do Gama e Kelly Bolsonaro fica com vaga na CLDF

O deputado distrital Daniel Donizet (PSDB) aceitou o convite do governador Ibaneis Rocha (MDB) para assumir a administração regional do Gama. A vaga dele na Câmara Legislativa ficará com a primeira suplente, Kelly Bolsonaro (PRP), que adotou o sobrenome como uma “homenagem” ao presidente da República, Jair Bolsonaro.

“Cresci no Gama. Tenho andado muito pela cidade. As pessoas vinham pedindo por saberem que sou de lá e que tenho um olhar especial para a cidade. Então, o governador me fez esse convite e eu aceitei tocar esse projeto”, disse Donizet. “Minha suplente vai continuar tocando minhas bandeiras e meus projetos”, ressaltou. Ele assumirá o posto na próxima semana.

Na administração do Gama, Daniel assume o lugar de Juliana Navarro depois de fazer críticas pesadas a ela na tribuna da Câmara Legislativa. Ele disse, em 23 de abril, que a advogada tinha “problema mental” e a acusou de perseguição e ameaça.

Substituta

Kelly Bolsonaro teve 5.412 votos nas eleições de 2018. Ela ficou conhecida depois de invadir o campo do Mané Garrincha, em 2016, durante um Fla x Flu com um cartaz exigindo a saída da então presidente Dilma Rousseff (PT). No mesmo ano, ela foi acusada de participar de um ato racista e homofóbico na Universidade de Brasília.

Informações do Jornal Correio Braziliense