Discurso de Ibaneis sobre o reajuste da PCDF, PMDF e CBMDF: “Devo, não nego. Pago quando puder”

0
391

Os planos dos servidores do GDF de receberem reajuste com a mudança de governo estão frustrados. A mensagem da paridade da Polícia Civil com a Federal e os aumentos da PM e do Corpo de Bombeiros estão parados.

Mas a diferença entre Ibaneis Rocha e Rodrigo Rollemberg é a postura. O atual governador tem um discurso de “devo, não nego. Pago quando puder”. Os servidores acreditam na intenção de cumprir suas promessas. Na gestão Rollemberg, a avaliação era oposta. Havia um senso comum de que ele tinha dinheiro, mas não queria pagar.

Informações da Coluna Eixo Capital da Jornalista Ana Maria Campos.