Ex-policial que matou ex-namorada é condenado

0
48

Após quase 20 horas de julgamento, o corpo de jurados decidiu pela condenação do ex-policial militar Ronan Menezes do Rego, 28 anos, pelos crimes de feminicídio e ameaça contra Jéssyka Laynara da Silva Souza, 25, além da tentativa de homicídio praticada contra o professor de educação física Pedro Henrique da Silva Torres, 29.

A sentença dos jurados foi lida às 3h26 desta terça-feira (30), pelo juiz Tiago Pinto Oliveira. O magistrado fixou a pena do réu em 21 anos e 9 meses pelos crimes contra as vidas das vítimas. O júri decidiu pela condenação com as seguintes qualificadoras: motivo fútil e recurso que dificultou a defesa das vítimas. Somadas, estas penas podiam chegar a 60 anos.

Pelo delito de ameaça, o magistrado determinou que o ex-PM cumprirá 2 meses e sete dias de detenção. Este crime foi em relação às ameaças cometidas contra Jéssyka. A defesa pode recorrer da decisão. 

Informações do Jornal Correio Braziliense