GDF empossa 83 peritos criminais e anuncia concurso para agente de polícia

0
11
Foto: Renato Alves

A segurança do Distrito Federal ganhou reforço nesta quinta-feira (5). Em cerimônia no Palácio do Buriti, 83 peritos criminais tomaram posse em seus cargos. Durante o evento, o governador Ibaneis Rocha anunciou a autorização para concurso de 1.800 agentes de polícia, sendo 600 vagas de preenchimento imediato e 1.200 de cadastro reserva, ação que reforça a polícia judiciária e investigativa da capital.

“Um concurso dessa magnitude envolve não só o concursando, mas também as famílias. Fica aqui os meus parabéns e fico alegre que vocês têm disposição em ajudar a população do Distrito Federal”, disse Ibaneis Rocha. O governador também citou o concurso para 300 escrivães da Polícia Civil que está no processo de escolha de banca. E anunciou que, em janeiro de 2020, convocará 100 oficiais e 750 praças da PMDF para o curso de formação.

Também participaram da cerimônia o vice-governador Paco Britto; o coronel Julian Pontes, comandante-geral da PMDF; Carlos Emilson, comandante-geral do CBMDF; Anderson Torres, secretário de Segurança Pública; e o diretor-geral da PCDF, Robson Cândido. “Todas as entregas e investimentos na Polícia Civil do DF serão devolvidos aos cidadãos. Todos clamam e esperam um Distrito Federal cada vez mais seguro para se viver. Estamos investindo em inteligência policial, tecnologia e um bom ambiente”, disse o Cândido.

O secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, delegado Anderson Torres, parabenizou os novos policiais pela nomeação. “Os senhores são muito bem-vindos na Segurança Pública do Distrito Federal. Chegam em um momento muito importante para nós, muito decisivo, em um momento de realmente um combate mais efetivo e mais eficaz à criminalidade”, disse.

“A perícia criminal no Distrito Federal ganha muito com a chegada dos senhores, a população ganha, a gente realmente precisa dos senhores para dar um atendimento mais rápido, mais célere e de acordo com o que a população precisa. A data de hoje é muito importante, pois mostra o compromisso deste governo com a segurança pública e com a sociedade”, completa.

O ano de 2019 tem sido de grandes transformações para a corporação, seja com a renovação da frota de veículos, reformas e construções de novos espaços e o investimento em tecnologia. Os reparos em delegacias e em setores do Departamento de Polícia Especializada são algumas dessas ações.

A renovação da frota e o aumento do efetivo também constam das ações da PCDF. Veja os detalhes abaixo:

Obras

A reforma e construção de novas sedes busca dar conforto aos policiais civis e também à população. Nesse sentido, a corporação está construindo a nova 17ª Delegacia de Polícia, em Taguatinga Norte, e o hangar da Divisão de Operações Aéreas do Departamento de Operações Especiais (DOE).

Em fase final de obras estão as sedes da Coordenação de Repressão à Corrupção, ao crime Organizado, aos Crimes contra a Administração Pública e aos Crimes contra a Ordem Tributária (Cecor) e do Instituto de Criminalística, que vai expandir as suas instalações.

A PCDF também tem projetos para a reforma da 9ª DP (Lago Norte) e a 10ª DP (Lago Sul), bem como a construção de um novo espaço para a 12ª DP (Taguatinga Centro). A viabilização da nova sede do Instituto de Medicina Legal (IML) aguarda trâmites legais para ter a licitação liberada.

Viaturas

Em 2019, os profissionais receberam novas viaturas para o trabalho. A lista de veículos conta com 100 Renault Sandero, 150 Nissan Versa, 78 Citroën C4, quatro guinchos e nove Toyota Etios. Nesta quinta-feira (5), a PCDF recebeu mais 122 veículos Citroën C4, totalizando 463 novos veículos no ano.

Efetivo

Além dos 83 peritos criminais que tomaram posse nesta quinta (5), outros 34 servidores foram nomeados em 2019, sendo dois agentes de polícia, 17 delegados e 15 papiloscopistas.

Assim, neste ano, 117 profissionais foram chamados. O GDF também autorizou concurso para 1.800 agentes de polícia, reafirmando o compromisso de fortalecer o quadro da Polícia Civil.

Ações

A abertura das Delegacias 24 horas foi um dos principais marcos da gestão da Secretaria de Segurança Pública (SSP) durante os primeiros seis meses de governo. O número de homicídios diminuiu 12,3%, entre janeiro e junho, em comparação ao ano passado. O homicídio tentado teve queda de 5,2%. A reabertura das delegacias foi possível graças à aprovação da Lei nº 6.261, que instituiu o serviço voluntário na PCDF. O plantão começa às 8h todos os dias da semana. E as equipes de plantão serão complementadas por policiais civis que prestarão serviço voluntário.

Outra novidade é que a população do Distrito Federal foi a primeira do país a ter acesso à identidade digital. Lançada em agosto por meio de aplicativo desenvolvido por servidores da PCDF, a e-Identidade tem o mesmo valor que o documento físico e pode ser usada em todo o território nacional.

Em outra linha de ação, a Polícia Civil arrecadou R$ 1,2 milhão em leilão de veículos, sucatas e peças automotivas. O recurso será destinado ao Fundo de Modernização, Manutenção e Reequipamento da Polícia Civil do Distrito Federal — FUNPCDF.

Operações

A PCDF deflagrou mais de 70 operações policiais em 2019, que resultaram no cumprimento de diversos mandados de prisão e de busca e apreensão. Foram realizadas, aproximadamente, três operações policiais a cada semana.

Armamento

A Procuradoria do Distrito Federal analisa edital de licitação para a aquisição de 5 mil pistolas 9mm.

Informações da Agência Brasília e SSP/DF