- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
13.7 C
Brasília
- Publicidade -

Prefeitura de SP reabre postos de atendimento com novos protocolos

A prefeitura de São Paulo reabriu hoje (8) os cinco pontos do Descomplica SP, que promove atendimento em diversos serviços, como emissão de carteira de trabalho, solicitação do Bilhete Único e solicitação do seguro desemprego. Os locais vão funcionar seguindo protocolos para reduzir a disseminação do coronavírus estabelecidos para as atividades econômicas que puderam retomar as atividades.

O atendimento acontecerá somente mediante agendamento e com um limite de 20% da capacidade física dos postos. O horário de funcionamento será de apenas quatro horas diárias – das 10h às 14h. Haverá ainda medição de temperatura na entrada dos pontos de atendimento. Caso as pessoas tenham indício de febre, serão encaminhadas a uma unidade básica de saúde.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, disse que os procedimentos serão estendidos a todos os outros 120 serviços municipais que estão funcionando. “Temos 120 equipamentos abertos de atendimento à população, das áreas de assistência social, direitos humanos, da fazenda, desenvolvimento econômico e trabalho. Todos eles a vão ter que ser adaptados pelo decreto que vai ser publicado amanhã no Diário Oficial”, disse.

Reabertura

Covas informou que a prefeitura já recebeu 96 pedidos de aprovação de protocolo para setores econômicos na cidade. Parte desses pedidos, segundo o prefeito, são de setores que só poderão retomar as atividades nas próximas etapas da quarentena.

De acordo com o planejamento do governo estadual, as cidades podem reabrir gradualmente o comércio e outras atividades, reduzindo o isolamento social, seguindo uma classificação de cinco níveis. As medições – com as cores vermelha, laranja, amarela e verde – vão desde o isolamento completo até o fim das restrições, de acordo com critérios que avaliam o estágio de transmissão do coronavírus no município e a disponibilidade de leitos em hospital.

A capital paulista se encontra atualmente na segunda fase – laranja – e tem recebido as propostas das associações empresariais para estabelecer os protocolos de reabertura, de forma a reduzir os riscos para trabalhadores e clientes. Os diferentes setores serão autorizados a reabrir à medida que esses planos forem aprovados.

Redação
Redaçãohttps://aderivaldo23.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.

Notícias Relacionadas

Comentários