- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -
11 C
Brasília
- Publicidade -

Relação entre Villa-Lobos e Theatro Municipal é tema de live no Rio

Villa-Lobos e Municipal como Palco de Composições Inéditas é o tema da live (evento ao vivo na internet) Theatro Municipal Palco Livre desta terça-feira (30) à tarde. O evento reúne a historiadora e chefe do Centro de Documentação do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Fátima Cristina Gonçalves, e o maestro André Cardoso, professor da Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e vice-presidente da Academia Brasileira de Música.

Composer Heitor Villa-Lobos at the PianoComposer Heitor Villa-Lobos at the Piano

Heitor Villa-Lobos, um dos compositores sul-americanos mais conhecidos no mundo – Arquivo/Bettmann

Fátima disse à Agência Brasil que “a importância do Villa para o Municipal é fantástica”. Era o palco do Theatro Municipal do Rio que Villa-Lobos escolhia para a primeira audição de suas composições. Em 1958, ele lançou mundialmente, do palco do Municipal, Izaht, primeira ópera que escreveu. Também foram lançados ali os bailados Uirapuru, Descobrimento do Brasil e Jurupary. “Essas todas foram obras inéditas que ele disponibilizou do nosso palco”, afirmou a historiadora.

Entre os anos de 1920 e 1950, Villa-Lobos regeu muitos concertos no Municipal do Rio. O corpo do compositor, que morreu no dia 17 de novembro de 1959, foi velado no teatro. “Para ver a importância que o Villa teve para o teatro e, também, toda a reverência que o Municipal e o seu público fizeram a ele na última homenagem”, destacou Fátima Gonçalves. Por tudo isso, ela disse que não há como desvincular as melhores fases da carreira de Villa-Lobos do Municipal do Rio. Para a historiadora, a obra desse mestre da música representa um grande legado cultural para todos os brasileiros.

Segundo Fátima, a música de Villa-Lobos é resultado de uma incursão antropológica do compositor sobre a natureza, os ritmos, os enredos e os sons que envolvem o Brasil e sua gente. A live de hoje é uma oportunidade rara que o público terá para debater obra de Villa-Lobos com o professor André Cardoso, que é um estudioso do maestro e compositor sul-americano mais conhecido no mundo.

Durante a aula online, o espectador poderá fazer perguntas aos apresentadores. Além disso, é possível enviar previamente as questões, por meio de mensagens nas mídias sociais do Theatro Municipal do Rio ou pelo e-mail da instituição.

Redação
Redaçãohttps://aderivaldo23.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.

Notícias Relacionadas

Comentários