Estudo aponta DF com quarta menor taxa de homicídios no país

O 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública mostra que a redução de violência ocorreu na maioria dos estados brasileiros entre 2017 e 2018

JOHN STILLWELL/PA IMAGES VIA GETTY IMAGES

O Distrito Federal apresentou um decréscimo no número de Mortes Violentas Intencionais (MVI), passando de 557 ocorrências em 2017 para 493 em 2018, o que significa uma taxa de 16,6 casos por 100 mil habitantes e uma variação de -9,6% no período analisado. Ou seja: se considerarmos essa taxa, o DF é a quarta unidade federativa com o menor número de assassinatos do país, em um ranking que conta com Roraima (66,6/100 mil hab), Amapá (57,9/100 mil hab), Rio Grande do Norte (55,4/100 mil hab), Pará (54,6/100 mil hab) e Ceará (52,8/100 mil hab) como os estados mais violentos.

Os números, publicados nesta terça-feira (10/09/2019) no 13º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, apontam que o DF seguiu a mesma tendência que o Brasil como um todo.

No país, o número absoluto de casos de MVI em 2018 foi 57.341, em contraponto aos 64.021 notificados em 2017. O cenário nacional, ainda alarmante, mostra uma taxa de 27,5 MVI/100 mil habitantes, embora com variação de -10,4%.

O estudo indica São Paulo (9,5 MVI/100 mil hab), Santa Catarina (13,3 MVI/100 mil hab) e Minas Gerais (15,4 MVI/100 mil hab) como os estados menos violentos.

Apesar da redução desses patamares, o Brasil ainda é um dos países mais violentos do mundo, com taxas de criminalidade superiores as do México, da Argentina, dos Estados Unidos ou de Portugal, revela o estudo.

Informações do Portal Metrópoles