Secretaria de Ordem Pública interrompe eventos irregulares nas zonas Sul e Oeste do Rio – Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Fiscalização em bar da cidade – Divulgação / Prefeitura do Rio

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) interrompeu na noite deste sábado (04/09) um evento irregular que acontecia no Bar Bella Marina, na Barra da Tijuca. Os agentes foram ao estabelecimento após denúncia recebida e constataram as infrações (aglomeração e evento sem autorização). Cerca de 700 pessoas estavam no local. O evento foi suspenso e o público retirado. Um homem foi conduzido pela Guarda Municipal para a 16ª DP (Barra) por desacatar os agentes durante a fiscalização. O mesmo estabelecimento já havia sido interditado em operações anteriores pela Vigilância Sanitária.

Em Copacabana, Zona Sul do Rio, a boate Pink Flamingo foi interditada após denúncia de funcionamento irregular. Cerca de 100 pessoas estavam no local. Vale lembrar que o decreto atualmente em vigor com medidas de restrição proíbe o funcionamento de boates na cidade (Decreto n° 49.333 de 26 de agosto de 2021, vigente até o dia 13 de setembro). O estabelecimento foi interditado pela Vigilância Sanitária.

Ao longo de a toda noite e durante a madrugada os comboios de fiscalização formados por agentes da Secretaria de Ordem Pública, da Guarda Municipal e da Vigilância Sanitária, com apoio da Polícia Militar, atuaram em diversos pontos para verificar denúncias de desrespeito às medidas de proteção à vida.

No Recreio dos Bandeirantes, a fiscalização interrompeu um evento que acontecia no Brooks Irish Pub, localizado na Praça Seis. Cerca de 100 pessoas estavam no local, aglomeradas em um espaço muito pequeno. O estabelecimento também foi interditado pela Vigilância Sanitária.

As equipes de fiscalização também multaram estabelecimentos após constatação de aglomeração na Rua Conde de Bonfim (Acadebeer), na Tijuca, e na Rua do Imperador, em Realengo. Em Rio das Pedras, o Bar Via Light foi interditado por falta de documentação necessária para funcionamento. A fiscalização também atuou para verificar denúncias de aglomeração e festas clandestinas em outros pontos da cidade como Itanhangá, São Conrado, Padre Miguel e Botafogo.

Entre a noite de sexta-feira (03/09) e a madrugada deste domingo (05/09) foram registradas, em toda a cidade, 53 infrações sanitárias, incluindo multas aplicadas a pessoas flagradas sem máscara de proteção facial e a bares e estabelecimentos por descumprimento das regras contidas em decreto municipal.

Categoria:

  • 5 de setembro de 2021
  • Redaçãohttps://aderivaldo23.com
    Portal Especializado em Segurança Pública e Política.

    NOTÍCIAS RELACIONADAS

    »
    »