- PUBLICIDADE -

Em menos de 24 horas, ações das Forças de Segurança do Ceará resultam na captura de 12 pessoas e na apreensão de oito armas de fogo na Caucaia

Um trabalho integrado entre as Polícias Civil e Militar do Ceará (PMCE) culminou, em menos de 24 horas, nas capturas de 12 pessoas, todos eles integrantes de coletivos criminosos, com atuação direta no município de Caucaia – Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11) do Estado. Os envolvidos, dois adolescentes e dez adultos, foram localizados em três ações distintas, alguns deles em posse de armas de fogo e munições. Os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia Metropolitana da Caucaia, onde foram autuados em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e por integrar organização criminosa. Um dos envolvidos trocou tiros com os policiais e morreu.

As equipes policiais estavam nos bairros pertencentes a Caucaia, a fim de localizar pessoas envolvidas em uma tentativa de homicídio, registrado na terça-feira (18), também na Caucaia, bem como envolvidos com ligação com a morte do escrivão da PC-CE, Edson Macedo, registrado no último dia 8. Os presos das ações realizadas nas últimas 24 horas são integrantes de dois grupos criminosos que disputam o controle pelo tráfico de drogas na região do bairro Júlio Marias, em Caucaia.

Na manhã de hoje (20), os policiais civis realizavam diligências pela região quando se depararam com Rodrigo Sales Bezerra (28), com passagens por homicídio e por porte ilegal de arma de fogo. Ao perceber as equipes policiais, Rodrigo, que era conhecido também como “Puff”, trocou tiros com as equipes, a fim de desvencilhar do trabalho policial. Com ele, que não resistiu e morreu no local, foram apreendidas três armas de fogo, sendo uma espingarda, um revólver calibre 38 e uma pistola adaptada com seletor de rajada, além de munições. Neste momento, as equipes policiais continuam na localidade a fim de prender homens que têm ligação com grupos criminosos.

Já na tarde de ontem (19), as equipes policiais receberam a informação, que na Caucaia, homens em atitude suspeita trafegavam pela região em posse de armas de fogo. Em primeiro momento, uma composição da Polícia Militar recebeu informações de onde estaria o referido veículo. Com a característica do carro, os agentes o localizaram no bairro Centro. No transporte, os policiais militares abordaram Bruno Duarte Lira (23) e Francisca Nicole Gomes da Silva (21), conhecida como “Ligeirinha”, ambos sem antecedentes criminais. Com eles, dentro do carro foi encontrado uma espingarda calibre 12. Indagados sobre o armamento, eles apontaram onde estariam outras possíveis armas.

Diligenciando até o imóvel citado, os agentes foram até o bairro Júlio Maria. Lá, estavam na casa: Bruno Sousa Lima (23), Lucio Silva de Oliveira (34), com antecedentes criminais por homicídio e furto, e Thiago Martins Silva de Sousa (18), sem antecedentes criminais. Com eles foram encontrados mais duas pistolas e um revólver com numerações raspadas, além de 44 munições variadas. O carro também foi apreendido na ação policial. Todos foram conduzidos à Delegacia Metropolitana de Caucaia onde foram autuados em flagrante por porte e posse ilegal de arma de fogo e por integrar organizações criminosas.

Outras prisões

Após as prisões do primeiro grupo, os policiais civis da Delegacia Metropolitana de Caucaia deram continuidade às diligências pela região. Os investigadores tomaram conhecimento que homens, envolvidos na tentativa do homicídio do último dia 18, estariam escondidos em imóveis pela AIS 11. Na localidade, foram presos Francisco Michel Tavares Silveira (18), Jonas Victor Pereira do Nascimento (24), Francisco Ocelio dos Santos da Costa (24), vulgo “Babilônia” com antecedentes criminais por homicídio e porte ilegal de arma de fogo, Josaias do Monte Nascimento (23), com antecedentes criminais por posse ilegal de arma de fogo, além de dois adolescentes. O grupo também foi conduzido para a Delegacia Metropolitana. Eles foram autuados em flagrante por integrar uma organização criminosa. Um ato infracional análogo ao mesmo crime, também foi lavrado em desfavor dos adolescentes.

Denúncia

A população pode contribuir com as ações na região repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da SSPDS, ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia.

As informações podem ser direcionadas ainda para o (85) 3101-3360, que é o telefone da Delegacia Metropolitana de Caucaia. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: PCCE
Redação
Redaçãohttps://policiamentointeligente.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -