- PUBLICIDADE -

Servidores impedem entrada de drogas na CPP, em Aparecida de Goiânia

Servidores penitenciários lotados na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Aparecida de Goiânia evitaram, na última sexta-feira, 07/01, a entrada de oito unidades de substância sintética análoga à K4 durante revista na cobal – dia de entrega de materiais de higiene e alimentos por parte dos familiares de detentos. O material estava escondido dentro de fundos de tampas de engradados contendo água.

Segundo a 1ª Coordenação Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária, a interceptação ocorreu no instante em que os servidores realizavam procedimento de revista nos itens deixados por uma mulher de 37 anos.

De imediato, foram realizadas todas as providências necessárias que o caso requer. Também houve abertura de procedimentos administrativos internos para apuração do ocorrido e aplicação das sanções disciplinares ao detento destinatário do material, conforme determina a Lei de Execução Penal.

Diante do ocorrido, a mulher que é mãe de um detento que cumpre pena no local por tráfico de entorpecentes , foi encaminhada para a Delegacia de Polícia Civil para os demais procedimentos. O material apreendido foi colocado à disposição das autoridades policiais competentes para os devidos fins, na forma da lei.

A interceptação dos ilícitos resultou do cumprimento do procedimento operacional padrão adotado durante as revistas na cobal, alinhada às condutas estabelecidas pelo Governo do Estado, em conjunto com a Secretaria de Segurança Pública (SSP) e a DGAP, para a manutenção da ordem e disciplina nas unidades prisionais do estado.

Diretoria-Geral de Administração Penitenciária – DGAP
Comunicação Setorial

Fonte: SEAP GO
Redaçãohttps://aderivaldo23.com
Portal Especializado em Segurança Pública e Política.
- PUBLICIDADE -

COMENTÁRIOS

Html code here! Even shortcodes! Replace this with your code and that's it.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

- PUBLICIDADE -

Últimas Notícias

- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -