O que esperar do Governo Ibaneis na área de segurança pública? Vejam as propostas!

Relatório de transição do novo governo fez um diagnóstico das necessidades de cada área. Há previsão de concurso público e capacitação

"O DF, há muito tempo, vive um problema de segurança muito grande. Temos duas corporações que não se entendem de forma alguma. Vou empoderar meu secretário de Segurança" (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

Entre policiais militares, civis e bombeiros existe algo em comum: a preocupação com o cumprimento das promessas do atual governador Ibaneis e o tratamento futuro com as categorias.

Matéria do Portal Metrópoles trouxe um pouco de clareza sobre o tema. Vale a pena ter registrado as linhas gerais do que se pode esperar do atual governo. Um ponto importante quanto a Polícia Militar é que o discurso da atual Comandante-Geral está alinhado com as propostas do governo.

Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros
– Implantar plano de cargos e salários, buscando a paridade e reestruturando carreiras para a Polícia Civil, a Polícia Militar (PMDF) e o Corpo de Bombeiros;
– A gestão Ibaneis também pretende criar mecanismos para minimizar um problema que afeta diretamente os milhares de policiais militares da ativa e reformados: a precária assistência médica na corporação. A ideia da equipe emedebista é ampliar a rede de saúde credenciada e expandir o centro médico da PMDF;
– Ainda no campo da segurança pública, há previsão de nomeação de 306 de agentes de atividades penitenciárias. Os novos servidores serão lotados em presídios que ainda serão construídos;
– Ampliação da rede credenciada de saúde da Polícia Militar do DF;
– Paridade da Polícia Civil com a Polícia Federal.

Departamento de Trânsito do DF (Detran)
– Criar carreira específica para agentes de trânsito do DF no prazo de dois a quatro anos;
– Implantar gratificação por risco de morte;
– Implantar serviço voluntário para diminuir impacto da falta de agentes;
– Viabilizar o teletrabalho para setores compatíveis;
– Reestruturar carreiras;
– Realizar concurso público para técnicos, assistentes, engenheiros, arquitetos e agentes de trânsito.

Departamento de Estradas de Rodagem (DER)
– Reajuste do auxílio-alimentação destinado ao Departamento de Estradas de Rodagem, tendo em vista a defasagem dos últimos quatro anos. Neste caso, basta um decreto de lei do governador para que seja feito o reconhecimento. Ainda para o DER, está previsto o reequilíbrio do auxílio-saúde;
– Reestruturar a carreira de atividades rodoviárias, com escolaridade de nível superior.

Com informações do Portal Metrópoles