Operação Gerente: funcionários e clientes são feitos reféns em mercado da Asa Norte

0
213

Dois bandidos invadiram a unidade do supermercado Big Box na 106 Norte, por volta das 22h50 desse sábado (6/4), e anunciaram um assalto. A dupla estava armada com revólver e facão. Foram momentos de terror. Em depoimento à polícia, testemunhas reconheceram um dos ladrões como ex-funcionário do estabelecimento.

Um funcionário conseguiu correr para o banheiro e chamou a polícia, que chegou em poucos minutos ao local. A área precisou ser isolada e o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) foi acionado. Após cerca de 30 minutos de negociação, os bandidos se entregaram e foram presos em flagrante.

Segundo as testemunhas, os assaltantes estavam agressivos e faziam ameaças a todo momento. Como o supermercado estava se preparando para fechar o expediente, o movimento era pequeno.

Os reféns foram liberados, mas alguns deles foram atingidos por coronhadas e precisaram de atendimento. O Corpo de Bombeiros também foi ao supermercado e prestou socorros a dez pessoas. Os funcionários estavam com mais ferimentos, mas foram atendidos no local e não precisaram ser encaminhados ao hospital.

De acordo com o tenente Sudré, da Polícia Militar, as vítimas estavam em choque quando foram resgatadas. Uma das pessoas caiu no choro. “Estou salvo, estou salvo”, repetia. Com pequenos ferimentos na cabeça e em partes do corpo, precisaram receber socorro do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e, depois, serem levadas para prestar depoimento na DP.

O CBMDF informou que atendeu 10 vítimas, entre elas uma menina que aparentava entre 11 e 12 anos, acompanhada de sua mãe. Segundo a corporação, dois funcionários do sexo masculino foram socorridos com lesões leves, causadas pelos assaltantes, e o restante das pessoas se encontrava com o estado emocional abalado. Não houve necessidade de transporte ao hospital.

Informações do Jornal Correio Braziliense e do Portal Metrópoles